top of page

Um roteiro sustentável em Dubai




No mês passado, eu passei 2 semanas em Dubai e obviamente fui atrás de um roteiro sustentável para colocar aqui, justamente para as pessoas que acabam deixando de ir para lá pela plasticidade que Dubai transpira. Eu me surpreendi bastante positivamente, apesar de ainda acreditar que há muito para ser feito, a começar pelo lixo, que não é separado, e obviamente muito menos reciclado, a não ser do bairro da Sustainable City. Mas vamos ao que interessa:


Pontos turísticos:

Sustainable City: É um bairro, um pouco afastado do centro da cidade em que moram em sua grande maioria expatriados europeus, americanos e latino-americanos e é um verdadeiro show de sustentabilidade. O transporte pelo bairro é feito apenas de carrinhos de golfe (você entra e deixa seu carro na garagem), há hortas verticais por todo lado, separação do lixo como eu nunca vi em lugar algum do mundo, a energia usada é quase 100% solar, a água é quase 80% reutilizada, há uma escola "verde" com acompanhamento para crianças especiais e aulas de meio-ambiente e inclusividade, um centro comercial com restaurantes com comida saudável e lojas sustentáveis. Vale a ida para entender o que englobaria uma cidade sustentável do futuro.

fotografia: Paula Bedran

The Museum of the Future: É uma viagem até o ano de 2071, e tem na verdade o intuito de ser um hub para designers, pesquisadores e investidores no futuro se unirem e testarem soluções para os problemas que temos e teremos nos próximos anos. A experiência em si é interativa e permite que você seja servido por um barista robô no café, seja guiado por um avatar (AYA é o nome dela), aprende sobre a Amazônia e redesperta os sentidos do corpo e da mente no espaço Wellness. É mágico e de longe o museu que mais vale a pena na cidade.

fotografia: site Museum of the Future

Alserkal Avenue: Uma avenida na área industrial de Al Quoz, onde ficam a maioria das galerias de arte descoladas da cidade, os eventos, espaços e instalações mais hipsters da cidade. As minhas galerias de arte preferida são a Third Line, com várias obras de artistas do Oriente Médio e a Firetti Contemporary, que tem como foco a sustentabilidade e informação sobre o assunto. Há também o A4 space, que reabriu recentemente e que é um espaço multicultural com cowrking, restaurantes etc... com foco na sustentabilidade.

fotografia: artsy.com


Hotéis

Anantara Dubai: Localizado na ilha The Palm, o Anantara Dubai é um dos hotéis da rede a ter recebido o Green Growth Ceritificate pelo conselho do Green Growth 2050, que ceritifica estabelecimentos comprometidos com a sustentabilidade. Para honrar este compromisso o hotel alterou as luzes para luz de LED, remodelou o sistema de reutilização de água, reduziu o uso de equipamentos de alto consumo energético, trocou os cartões de plástico por cartões de papel, entre outras medidas.

fotografia: Emirates Holidays

JA The Resort: O hotel tem seu próprio sistema de esgoto, usa 100% de energia renovável, é zero plástico e por aí vai...

fotografia: Hospitality News ME

Al Maha Resort: Considerado o hotel mais sustentável de toda a região, ele fica no meio do deserto no meio de uma área de preservação ambiental


fotografia: Ak Maha facebook page

Restaurantes

Teible: O restaurante é um show à parte. 70% dos insumos dos pratos são locais, como o peixe, as carnes e os vegetais; a cozinha é zero lixo, e absolutamente tudo é reutilizado, reaproveitado e reciclado. As paredes são feitas de semente de tâmara comprimida e o teto é feito de lã comprimido. Tem a vista mais linda de Dubai, bem à beira d´água no Dubai Creek Harbor e acabou de ganhar uma estrela Michelin, portanto é uma parada imperdível no roteiro de sustentabilidade.

fotografia: Paula Bedran

Lowe: Um restaurante de comida contemporânea e sazonal, com grande comprometimento ao Zero Lixo. Os pratos são quase todos cozidos no forno à lenha, o ambiente é super clean e com design sustentável e eles são um dos únicos restaurantes em Dubai que têm a estrela verde de sustenabilidade do Michelin

fotografia: Time Out Dubai

Seva: O primeiro restaurante de Dubai a se aventurar de fato na sustentabilidade, mas com o conceito de imersão, tendo uma biblioteca, café, coworking e um jardim lindo para eventos

fotografia: What´s on Dubai

Marcas:

L'Couture: Uma marca de athleisure de luxo, com uma veia sustentável e que tem como objetivo formar uma comunidade de mulheres que se apoiam. Foi fundada por uma super girl boss que foca em passar seu legado para outras mulheres, principalmente no Oriente Médio, onde as mulheres têm tão pouca voz

The Giving Movement: Uma marca super sofisticada que faz um mix entre athleisure e street wears, usa apenas tecidos reciclados e faz parcerias com várias ONGs pelo mundo


Bouguessa: A marca mais sofisticada que eu conheci em Dubai, e que já veste mulheres descoladas no mundo todo. É uma alfaiataria minimalista que também tem como princípio empoderar e fortalecer as mulheres que ela veste.


4 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page