top of page

Eu fui teletransportada para uma cena do Grande Gatsby e eu posso provar

Essa foi a minha semana no Park Lane Hotel, em Nova York.


Photo credits: Park Lane New York


Passei na verdade quase 2 semanas em Nova York no Hotel Park Lane, que fica na Central Park South, bem em frente ao parque, e a experiência foi do outro mundo.

Na verdade, quando eu era mais nova, eu acompanhava a minha mãe em algumas viagens que ela fazia a trabalho, e em várias ocasiões nós ficamos no Park Lane, mas a experiência de agora é completamente outra. A começar pelo fato de que ele agora é um hotel considerado de “design”, ou seja desde os móveis até os quartos e os restaurantes são cuidadosamente escolhidos e curados para que sejam descolados e únicos, proporcionando uma experiência de hotel-boutique, que é bem diferente do que era anteriormente. O rooftop do hotel , no 47o andar é um show à parte, com uma vista de tirar o fôlego e uma decoração que te transporta para uma página do Grande Gatsby.


Darling Rooftop (photo credits: Forbes Magazine)


O mesmo se pode dizer dos quartos, com chaises em veludo e paredes com papel de parede estampados remetendo lindamente a uma seda chinesa, mas com um detalhe que é a cereja do bolo: são maiores do que 99% dos quartos de hotel em Nova York, não importa a classe do apartamento. Os banheiros, apesar de menores (porque em Nova York, ou você tem um banheiro grande ou o quarto) são impecávelmente desenhados, em mármore preto e branco e amenities Le Labo espalhados por todo lado.




O café da manhã deixa a desejar, mais pelo preço do que pela comida (são US$75 por pessoa), mas tem um grab & go pela manhã no Rose Lane, restaurante que fica no térreo e que vira um bar descoladíssimo que vai até altas horas da noite. E ainda tem uma lareira deliciosa em um dos cantos. As diárias começam em US$300 na baixa temporada mas podendo chegar a muito mais conforme a época.





3 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page